Pilates e o Ciclismo

O Pilates é um método de treino físico e de reabilitação, que pode trazer grandes benefícios aos atletas das mais variadas modalidades desportivas. Quando direccionado para uma determinada modalidade, é um treino funcional e completo.
Além de trabalhar toda a musculatura estabilizadora do tronco, o Pilates trabalha também a respiração, o equilíbrio, a coordenação, a concentração, o alinhamento e consciência corporais, a flexibilidade, a força muscular do corpo como um todo, e ajuda ainda a reduzir o stress.

Os benefícios do método de Pilates para os atletas são vários, e a prevenção de lesões é um dos principais. O Pilates permite corrigir desequilíbrios musculares e posturais, ganhar força muscular específica em determinados gestos da modalidade desportiva, aumentar a capacidade respiratória e a eficiência do diafragma e, consequentemente, melhorar a performance desportiva.

Como método de reabilitação, o Pilates apresenta também excelentes resultados, uma vez que promove a recuperação mais rápida das lesões. No meio desportivo, nomeadamente no ciclismo, são frequentes as dores nas articulações mais requisitadas. Quanto maior o grau de inclinação do tronco, maior é a compressão dos discos intervertebrais, que a longo prazo pode conduzir à incidência de patologias posturais, como por exemplo as hérnias discais.

O treino do “core” é utilizado para melhorar a força e a estabilidade da região abdominal e lombar e melhorar a postura corporal. Também são relatadas a redução da dor e desconforto durante as actividades do dia a dia quer dos atletas, quer de pessoas com um estilo de vida sedentário.
O trabalho do músculo transverso abdominal é a base de trabalho do método de Pilates, pois possui a forma e estrutura de um cinturão. Este músculo actua como protector da coluna e proporciona estabilidade contra movimentos excessivos do corpo, especialmente da coluna.


Um estudo recente, mostra que o treino de estabilização central no ciclismo promove a aplicação de força no pedal. Desta forma, a estrutura corporal como um todo está preparada para estabilizar e absorver adequadamente a forças de reacção articulares durante a criação de força e a procura de aproveitar essa força no seu máximo potencial.

Com a prática de Pilates, é portanto possível melhorar a estabilidade e força postural, devido ao trabalho da musculatura mais profunda. Para além disso, melhora a sincronia dos músculos durante a pedalada e observa-se um melhor aproveitamento da força exercida no pedal e uma redução das dores na coluna.

Enviar um comentário